Caixa Cultural

São Paulo

Inaugurada em 1989, a CAIXA Cultural São Paulo está localizada na Praça da Sé, no Edifício Sé, erguido em 1939 para ser a sede da Caixa Econômica Federal de São Paulo. Trata-se de um prédio histórico, tombado, no qual funcionam, além da CAIXA Cultural, algumas áreas administrativas da CAIXA e a Agência Sé.

No térreo do edifício, logo à entrada, disponibilizamos gratuitamente aos visitantes o serviço de internet. Ali também se encontram as galerias Florisbela de Araújo Rodrigues e D. Pedro II, além do Grande Salão, onde são realizados espetáculos de dança, teatro, shows, debates, leituras dramáticas e palestras.

No primeiro andar estão as galerias Neuter Michelon e a Sala de Leitura. E no segundo piso a Galeria Humberto Betetto.

O Museu da CAIXA localiza-se no 6º andar do edifício, contando com instalações originais, preservadas desde a sua fundação. Neste mesmo andar estão localizadas a Sala de Oficinas e o Auditório.

A CAIXA Cultural São Paulo é de fácil acesso ao público, pois o Edifício Sé está a 100m da Estação Sé do Metrô.

Auditório

O Auditório, com 74m² e capacidade para 50 pessoas, é utilizado para apresentações de palestras, cursos e também exibições cinematográficas.

Galeria D. Pedro II

Seu nome é uma homenagem ao segundo imperador do Brasil, intelectual incentivador da arte, da ciência e da cultura, fundador da Caixa Econômica Federal. Possui espaço amplo, climatizado e silencioso.

É uma das maiores galerias da CAIXA Cultural São Paulo, com 142 m² e pé direito de 4,962m.

Galeria Florisbela de Araújo Rodrigues

Seu nome é uma homenagem à primeira poupadora da CAIXA em São Paulo, no ano de 1875, cuja caderneta encontra-se no Museu da CAIXA. Com área total de 82 m², trata-se de um espaço semiaberto, localizado na entrada da CAIXA Cultural, apropriado para exposições de pequeno porte, que não necessitem de climatização específica. Possui duas grandes aberturas, como janelas, voltadas para a entrada principal da CAIXA Cultural São Paulo.

Galeria Humberto Betetto

Galeria que homenageia Humberto Betetto, empregado da CAIXA por 41 anos e um dos primeiros a se preocupar com a preservação da memória da empresa. O espaço está localizado no segundo andar e tem praticamente a mesma área e disposição da Galeria Michelon, embora um pouco maior que esta, mais de 170m².

Galeria Neuter Michelon

Este espaço homenageia Neuter Michelon, funcionário da CAIXA e primeiro gerente designado para a área cultural de São Paulo. Espaço fechado, amplo, com parte de suas paredes de vidro voltada para o Grande Salão.

A galeria está no primeiro andar e ocupa uma área aproximada de 146m².

Grande Salão

Com pé–direito de 12m, o espaço integra o térreo ao 2º andar do edifício, onde se destaca um grande vitral de Henrique Zucca – cujo tema é o trabalhador e as riquezas de São Paulo. Possui também três painéis luminosos com imagens da antiga Igreja São Pedro dos Clérigos, do período colonial, demolida para a construção do atual edifício.

Duas de suas faces são cobertas por vidros de 3,8 m de altura, que fazem divisória com a Galeria D. Pedro II. Colunas em mármore de carrara e piso de granito.

O espaço é utilizado para apresentações de teatro, dança, shows, palestras, entrega de prêmios, entre outros.

Sala de Oficinas

A Sala de Oficinas, localizada no 6º andar, junto ao Museu da CAIXA, é um espaço multiuso onde também são realizados os eventos integrantes do Projeto Gente Arteira. Esta sala, de 40 m², possui oito mesas com cinco cadeiras cada uma.

COMO CHEGAR
SIGA A CAIXA CULTURAL SÃO PAULO

O rascunho foi salvo com sucesso. Você pode acessá-lo em Meus Projetos

<% modal.params.body %>

Sua inscrição foi realizada com sucesso.

Você pode imprimir o uma cópia da sua inscrição.